Casa de Edward James, Sussex

Coisas do Surrealismo - O Interior
Ilusório

20.08.08 14:49 | comente este blog

O Interior Ilusório

“O mundo necessita de mais fantasia. A nossa civilização é muito mecânica. Podemos converter o fantástico em real, que então se torna mais real que o que existe na realidade” Salvador Dalí, 1940

O “interior doméstico” foi uma poderosa fonte de significados para o artista surrealista. Se sua obra já era cheia de conceitos e questionamentos, os objetos e ambientes de casa não ficavam para trás....

A primeira exposição de móveis surrealista aconteceu na Galeria Drouin em janeiro de 1939, e foi organizada por Leonor Fini (argentina radicada em Paris), que convidou alguns amigos para fazer parte da mostra. Leonor criou a “Cadeira Corselet”e alguns móveis, como o “Guarda-Roupa Antropomórfico” (mulher cisne); Meret Openheim fez a mesa com patas. A revista Harper´s Bazaar aproveitou a exposição como cenário e fez um belíssimo editorial de moda e ensaio fotográfico (1939).
... /+/

Elsa Schiaparelli e Jean Cocteau

Coisas do Surrealismo - A Exibição
do Corpo

18.08.08 15:49 | comente este blog

“A roupa é a metáfora permanente das zonas erógenas”, Salvador Dali

“A moda e o corpo ressaltam a sexualidade, faceta da modernidade”

A Exibição do Corpo

“Coisas do Surrealismo” começa com figurinos de balé na primeira sala, vai para o objeto e agora chega no manequim e volta para a roupa ... E mais que isto:” dedica uma sala toda à Moda: começa dando destaque aos manequins, com o editorial “Le jeux de la poupée” de 1949 do artista alemão Hans Bellmer inicia a sala: fotos em preto-e-branco com cores, e montagem de diferentes manequins explora o fetiche, o sadismo e o hermafroditismo dos bonecos”.

Segundo os surrealistas, “os manequins personificam as contradições da vida humana em cinco níveis: animado-inanimado, sexo-assexuado, masculino-feminino, homem-máquina, e vida-morte”.

... /+/

Marcel Jean

Coisas do Surrealismo: Balé,
Surrealismo e Objeto, e A Estranheza da Natureza

15.08.08 11:49 | comente este blog

Os fundamentos do surrealismo têm origem a partir das ideologias políticas de Karl Marx e da psicanálise de Freud, mas o termo foi primeiro usado por Apollinaire, em 1917 e depois por André Breton no Manifesto Surrealista em 1924. Primeiro começou com a palavra: textos e documentos, muito inspirados pela linguagem Dadá.

Compreendendo diversos anos do século passado, com peças da década de 20 até pós-segunda guerra mundial, as ”Coisas do Surrealismo” estão divididas em cinco seções temáticas.

... /+/

René Magritte, "L´Avenir des statues", 1937, Tate Gallery

Coisas do Surrealismo - Surrealismo
e Design

15.08.08 09:49 | comente este blog

 “O que é hoje um escândalo artístico, amanhã será um estilo aceito e comercializado”, M.F.Agha

O Guggenheim Museum Bilbao recebe a mostra SURREAL THINGS - “Coisas do Surrealismo- Surrealismo e Design” organizada pelo Victoria and Albert Museum (V&A) de Londres até setembro de 2008. Quem não viu, CORRA, ainda dá tempo!

Não é uma mostra de pintura, escultura, ou mesmo fotografia, mas gira em torno do DESIGN, de objetos de arte, construídos, sob um ponto de vista comercial, de consumo.

A montagem da exposição é impactante: um andar todo (o terceiro), com cinco ambientes temáticos:

O Balé - O Surrealismo e o Objeto - A Estranheza da Natureza - A Exibição do Corpo - O Interior Ilusório

... /+/

Yayoi Kusama

Japanese inspiration, beyond
tradition

13.08.08 14:08 | 1 comentário I have seen lots of japanese art exibitions lately, including this beautiful Ukiyo-e exibition at Pedrera, in Barcelona. It made me think about a incredible japanese artist, worldwide well known, that still now was not "used" as a reference for decorative trends. Her name is Yayoi Kusama.

Actually, I discovered that she used to perform fashion shows during the 60s, that she recently made a collaboration with Issey Miyake and that her work was the theme (and she was the coordinator) of a Bunka Fashion College fashion show.

But, i still believe in her as a very importante graphic inspiration (and it could be massive). She uses some of the 80s colors, with all those 50s polka dots (crazy polka dots) and lots of very particular pattern and very recognizable symbols like those pumpkins...... /+/

Yayoi Kusama

Inspiração japonesa além da tradição

13.08.08 13:30 | comente este blog Tenho visto inúmeras exposições de arte japonesa ultimamente, incluindo esta linda sobre Ukiyo-e na Pedrera, em Barcelona. Isso me fez lembrar de uma incrível artista japonesa, mundialmente conhecida, mas que até hoje não foi explorada como uma referência gráfica pela moda ou pela indústria em geral. O nome dela é Yayoi Kusama e alguns de seus trabalhos estão no acervo da Galeria Deco em São Paulo.

Bom, na verdade, descobri que ela já misturou suas performances com moda em desfiles na década de 60, que ela recentemente colaborou com o estilista Issey Miyake e que seu trabalho foi usado como tema (e ela foi a coordenadora do projeto) de um desfile realizado pelos alunos do Bunka Fashion College do Japão. ... /+/

Street Art Exhibtion, Tate Modern: OsGêmeos

Street or Studio: Street Art at Tate
Modern

11.08.08 10:01 | comente este blog O mais bacana museu de arte moderna de Londres, o Tate Modern, selecionou seis dos melhores artistas do cenário de “street art” mundial para uma ousada expo iniciada em maio de 2008.

No mínimo polêmica, a "Street Art at Tate Modern" está exposta ao ar livre, na frente de sua fachada principal à beira do Rio Tâmisa.

Com cerca de 20 metros de altura, as artes foram projetadas como linguagem moderna inspirada em super heróis, toy art, e na periferia das grandes metrópoles, ambas fortes tendências para a arte e moda. ... /+/

Museu Guggenheim, Bilbao, Fachada da frente

Museu GUGGENHEIM - BILBAO

11.08.08 09:37 | comente este blog A Espanha parece ter sido invadida por uma onda surrealista: enquanto Figueiras tem o museu e casa de Salvador Dáli com exposição durante todo o ano – em Barcelona, o MNAC traz da Tate Modern de Londres a mostra “Duchamp, Picabia e  Man Ray” e o CCCB organiza uma mostra sobre escritor inglês assumidamente surrealista J.G. Ballard; e Bilbao recebe no terceiro andar do Guggenheim Museum a mostra “Surreal Things” organizada pelo Victoria and Albert Museum de Londres (www.vam.ac.uk) em março de 2007.

O prédio inaugurado em 1997 e concebido por Frank O. Gehry, já é por si só uma experiência surrealista de se visitar, com suas curvas e formas inimagináveis, oníricas, de um mundo que não existe.... Segundo os diretores do museu, o projeto arquitetônico foi encomendado para alguém capaz de conceber algo com magníficas formas, à altura para receber as mais grandiosas obras e exposições.
... /+/

Escadas Morro da Providência

Arte na rua: as fotografias do
frânces JR incorporadas às cidades do mundo

08.08.08 09:24 | comente este blog O fotógrafo francês JR, é um jovem de 25 anos que escolheu as ruas de várias cidades ao redor do mundo como sua principal galeria e as ocupa para expor suas fotos de alto teor social em dimensões gigantes, como grandes intervenções urbanas.

Auto-intitulado um Artivista (artista+ativista), JR realiza retratos sempre relacionados a temas como: engajamento social, liberdade e identidade. Seus retratos são todos em P&B, para que não sejam confundidos com peças publicitárias e suas "cores agressivas" (palavras do fotógrafo).

Em sua primeira exposição "Retratos de uma geração” (2004), o fotógrafos colocou fotos imensas de jovens moradores da periferia de Paris, em intervenções em seus próprios bairros.

Em 2007, realizou o projeto “Face 2 Face”: uma provocação política onde colocou em 8 cidades israelenses e palestinas fotos com pessoas das duas nacionalidades posando juntas.

Ainda dentro desse projeto, realizou em regiões de conflito na África, como Libéria e Serra Leoa, fotos sobre as mulheres daquelas regiões e suas histórias de dor, na intervenção intitulada “ Mulheres são heroínas”.

Em 2008 e 2009 pretende realizar projetos semelhantes na Índia e outras partes da Ásia.... /+/

Festival Jodhpur

WGSN Seminário Primavera-Verão 2010
– Cores e Hot Stuff

04.08.08 20:54 | comente este blog Esta palestra foi ministrada por Maria Janssen, Editora Diretora Global da WGSN, em ocasião da feira Bread and Butter, julho de 2008l, Barcelona.

Maria ilustrou com fotos e animação diversos exemplos das influências para a cartela de cores Verão 2010 e dicas de possíveis fonte para pesquisa e inspiração, chamadas de "Hot Suff".

A palestra foi dada de uma forma bem rápida e sucinta... mas aqui estão algumas pinceladas... Para quem está sempre atento, nada como fazer uma pesquisa de imagens e observar nas ruas e na internet o que está pegando e o que pode pegar.
... /+/



1 / 2 / 3 / 4 / 5 / 6 / 7 / 8 / 9 / 10 / 11 / 12 / 13 / 14 / 15 / 16 / 17 / 18 / 19 / 20 / 21 / 22 / 23 / 24 / 25 / 26 / 27 / 28 / 29 / 30 / 31 / 32 / 33 / 34 / 35 / 36 / 37 / 38



© Instituto Brasileiro de Cultura, Moda e Design  /  Todos os direitos reservados  /  TERMOS DE USO  /  CRÉDITOS  /  desenvolvido por